O meu mundo desabou.

Fiquei sem palavras como o príncipe ao escutar a bela voz que vinha da torre. Caí na realidade quase tão abruptamente como os seus longos cabelos o fizeram, diversas vezes, da janela. A minha vida foi, até agora, uma mentira. Mas vi a luz; finalmente segui o caminho da verdade.

Hoje descobri que o nome Rapunzel, personagem de um conto dos irmãos Grimm bem como de filmes da Disney, foi literalmente inspirado na palavra alemã para canónigo (Valerianella locusta). Outrora designado de Rapunzel, o canónigo é hoje chamado de Feldsalat. Brincadeira tem hora, pensei. Mas é verdade. E não há nada a fazer...

Será que vou conseguir voltar a comer canónigos? Quando olhar para a Rapunzel vou ver uma jovem de cabelos longos ou umas folhas insossas? Não sei como digerir esta informação. Até amanhã. Adeus, infância.