Protetor solar: 20 mitos a esquecer de vez.

capa-de-apresentação-do-tópico-mitos-sobre-protetor-solar-compressor

Posso utilizar cosméticos como substituição do protetor solar? Preciso de usar protetor solar quando não vou à praia? Devo aplicar protector solar se tenho acne? Vou ficar com deficiência de vitamina D? A estas questões e mais algumas procuro dar resposta no presente artigo.

O que é verdade e o que é mentira? Na era da liberalização da informação e da proliferação do conceito de influencer, cada um pode abordar aquilo que deseja e negligenciar a informação. Aproveitarei esta segunda publicação para abordar mitos recorrentes acerca dos protetores solares e do seu uso.

Tema: Vinte mitos acerca do uso de protetor solar com as devidas correções.

A quem poderá interessar: Àqueles que desejem saber mais acerca do protetor solar e fazer escolhas informadas.

Os 10 mandamentos dos cuidados de pele.

#1. Amar a sua pele.

Como resultado de se amar a si próprio. Sim, é provavelmente mais da mesma conversa de chacha a que estamos habituados. Mas só quem se valoriza, pensando no futuro da sua pele, é capaz de se dedicar a um regime de cuidados adequado.

#2. Aplicar creme hidratante diariamente.

Mais uma sugestão um pouco básica, mas, hey, isto são os essenciais e não propriamente dicas groundbreaking. É importante aplicar creme hidratante pelo menos duas vezes ao dia. Complementem, à vontade e por favor, com outro tipo de produtos adequados ao vosso tipo de pele que promovam a hidratação cutânea.

#3. Não se esquecer de usar protetor solar.

Quem só se lembra que tem protetor solar durante os meses de verão e só porque vai para a praia está a desperdiçar todo o potencial deste produto milagroso. Apliquem em abundância - e como último passo da vossa rotina matinal de beleza - no rosto, no pescoço, no peito, nas mãos e em qualquer parte do corpo que venha a estar exposta à luz solar, nem que seja por breves momentos. Vale muito a pena!

#4. Limpar a pele de forma rigorosa.

Sobretudo se tiverem aplicado maquilhagem, mas, mesmo que não tenham, este passo não deve ser contornado. Não limpar a pele com regularidade poderá levar à obstrução dos poros, o que tenderá a causar imperfeições, mas também intensificar a aparência de linhas finas ou rugas, devido à sujidade que se aloja nestas depressões cutâneas. Usem produtos suaves e não lavem o rosto mais do que necessário, de forma a preservar os óleos naturais da pele e a sua hidratação.

#5. Não começar com cuidados contra o envelhecimento apenas quando os primeiros sinais de idade aparecerem.

Vou contar-vos uma pequena história e, sendo pessoal, claro que tem de ser extra! Quando tinha cerca de quatro anos, apanharam-me em flagrante a usar o creme antirrugas da minha mãe. Aos quinze anos, estava a elogiar um creme que adoraria ter quando me interromperam. Ambas as vezes ouvi "depois quando precisares dele verdadeiramente, não vai resultar". Don't try to hold me down. O mais importante a reter aqui é a necessidade de ter cuidados de pele preventivos e usar produtos adequados à sua idade, prevenindo danos antes que ocorram. Não necessariamente começando aos quatro anos de idade, mas isso já é outro assunto.

#6. Conhecer a sua pele e fazer escolhas conscientes no que toca aos produtos usados.

Se ainda não determinaram qual é o vosso tipo de pele, já era horinha de o fazer. É um passo crucial para determinar uma rotina de cuidados com a qual se sintam confortáveis e que vos faça bem. Não se coíbam de procurar aconselhamento profissional e pesquisar antes de adquirir um determinado produto. Por seu lado, os tratamentos DIY à la Pinterest - sagrado seja! - nem sempre são uma boa ideia, sobretudo quando envolvem ingredientes algo agressivos como vinagre, limão, óleo de menta ou canela. Não receiem experimentar, mas com consciência.

#7. Não tentar ficar bronzeado expondo-se à luz solar de forma inconsequente e constante.

Bem, todos os anos, quando chega a esta estação, assisto a muita gente que se põe a assar como se fosse uma tarte a ser servida na Última Ceia. Uma pele bronzeada é, a meu ver, bonita, mas acarreta riscos como o envelhecimento precoce ou, muito pior, cancro da pele. E não é um comportamento perigoso apenas para os copinhos de leite, ultrapassando raças e tons de pele. Citando a minha querida Betty, "utilizem algo que vos bronzeie. Não se tentem bronzear, porque é a única cara que têm". E não é que tem razão? Afinal, são mais de cem anos de experiência!

#8. Ter atenção àquilo que se consome.

Apesar de estar em sétimo lugar, este "mandamento" é o primeiro e mais determinante passo para uma pele saudável. É que, sem uma alimentação equilibrada, muito dificilmente algum tratamento exterior surte ou mantém um efeito milagroso. Apostem numa alimentação de baixo índice glicémico, rica em vegetais, frutas, proteínas magras, nozes, (pseudo)cereais, sementes e leguminosas, optando por alimentos não processados. Podem inspirar-se aqui.

#9. Manter-se hidratado.

Manter níveis de hidratação optimais contribui principalmente para o normal funcionamento do organismo e, em segundo plano, para uma pele com aspeto saudável e luminoso, prevenindo sinais de idade associados à desidratação. Apostem em bebidas sem açúcar e com pouca cafeína: as minhas favoritas são água simples ou com limão, chá e infusões herbais bem como águas infusionadas.

#10. Saber gerir e evitar situações de stress.

Os efeitos negativos do stress não se limitam apenas ao foro psicológico. Sabendo que o nosso estado de espírito influencia T-U-D-O, níveis anormais de stress podem conduzir a uma aparência desgastada, infeliz e envelhecida. É sabido ainda que algumas horas após uma situação de stress ter ocorrido os níveis de antioxidantes no organismo decrescem de forma drástica. Por isso, é importante recarregá-los. Mais importante ainda é saber parar, relaxar e, se necessário, procurar ajuda.

giphy1
Fonte: Giphy // Rihanna.

7 formas de consumir mais antioxidantes.

capa de apresentação do tópico consumir mais antioxidantes (2).png

O que são os antioxidantes? Qual a sua função? Quais são alguns alimentos ricos em antioxidantes? Como consumir mais antioxidantes? A estas questões e mais algumas procuro dar resposta no presente artigo.

A principal função dos antioxidantes é, de forma simplicada, neutralizar radicais livres, cujos efeitos nocivos se repercutem em stress oxidativo, associado ao envelhecimento celular precoce e ao aparecimento de doenças.

Tema: Formas fáceis de consumir mais antioxidantes.

A quem poderá interessar: Àqueles que se interessam por uma alimentação saudável e variada, procurando prevenir o envelhecimento precoce.

#2 My favoritea: Kusmi Tea Algotea, chá de algas.

main-(1)-compressor
Direitos fotográficos reservados a galeria-kaufhof.de.

O que é o chá Kusmi Tea Algotea? Onde comprar? Quais são os ingredientes do Algotea? Quais os benefícios das algas marinhas? A estas questões e mais algumas procuro dar resposta no presente artigo.

Adoro chá! E o Kusmi Tea Algotea é, sem dúvida, um dos meus favoritos. Surpreende pela originalidade da sua receita e pela elevada qualidade. Já têm planos para o chá das cinco? It’s tea o’clock!

Tema: Avaliação (ou resenha) independente e irreverente do chá Kusmi Tea Algotea.

A quem poderá interessar: Àqueles que gostam de consumir chá e, em particular, desejam informar-se acerca do produto Kusmi Tea Algotea.

Tulsi, a minha salvação contra infeções.

capa de apresentação do tópico tulsi

O que é o tulsi? Para que serve? Quais são os benefícios do tulsi? Como se pode consumir esta planta com propriedades medicinais? A estas questões e mais algumas procuro dar resposta no presente artigo.

Oriundo da Índia, o tulsi, também denominado de “rainha das ervas”, é celebrado e respeitado há milhares de anos como uma planta sagrada, quer pelos seus inúmeros benefícios para a saúde, quer pela sua significância cultural e religiosa.

Tema: Benefícios e aplicações do tulsi, também conhecido como manjericão mágico ou santo.

A quem poderá interessar: Àqueles que acreditam no poder medicinal das plantas e procuram saber mais sobre os seus benefícios.

As superfoods de sempre: os meus 18 alimentos saudáveis de eleição.

capa de apresentação do tópico 18 alimentos saudáveis

O que é uma alimentação saudável? Como comer de forma equilibrada? Que superalimentos procuro consumir diariamente e quais são os seus benefícios? A estas questões e mais algumas procuro dar resposta no presente artigo.

Sim, é possível ter uma alimentação equilibrada a baixo custo. Nem todas as superfoods têm de ser caras… E a lista de alimentos saudáveis que vos apresento é prova disso. São fáceis de encontrar, em conta e com bastantes benefícios para a saúde.

Tema: Alimentação saudável com superalimentos do quotidiano.

A quem poderá interessar: A todos que valorizam uma alimentação saudável e desejam informar-se acerca dos benefícios dos mais diversos alimentos.