Beauty is a full-time job.

Beauty is taking care of yourself. 

Beauty is mostly useful when shared.

Identifiquei, no âmbito da blogosfera lusófona, a necessidade de veicular informação credível e opiniões informadas acerca de cuidados de beleza e antienvelhecimento precoce sem me cingir a avaliar positivamente produtos sendo provavelmente paga para talshoutout para as rainhas da imparcialidade! – ou ao óbvio dos óbvios. I make content, not clichés. 😉

Valorizo a autenticidade do blog, por isso não escrevo conteúdos on demand. Para além do mais, podem esperar cerca de dois a quatro artigos por semana. De grande importância é ainda saber que, apesar de considerar que aquilo que escrevo poderá ser de alguma utilidade para quem partilhe o mesmo interesse pelos tópicos que abordo, não substitui um possível acompanhamento personalizado e especializado.

Se falar de algum produto, é com a intenção de transmitir uma experiência de uso positiva, porque aprecio as suas características e acredito na sua qualidade. Não aconselho ninguém a comprar nada. Marketing é a minha profissão; o blog é uma extensão do meu enorme amor pela área dos cuidados de beleza e nutrição funcional bem como da minha personalidade.

byakko beauty um blog pessoal que se foca, de forma pouco convencional, nos três âmbitos essenciais da beleza e vitalidade: natural, inteletual e real.

Muito de mim. Tudo para vocês.


“I don’t want this to sound divaish or anything like that” – Mariah Carey.

Nasci nos anos noventa, mas não me lembro de quase nada. O meu coração acelera quando me dizem que pareço mais jovem do que a minha idade me permitiria. Amo tigres, orquídeas, música e chá verde. Quando não estou a trabalhar ou a beber um chá quente, de máscara de beleza na cara, adoro ver futebol, ler o The Economist, assistir a documentários / desenhos animados ou procurar coisas na Internet que quero comprar, mas possivelmente nunca irei.

Sou portuguesa, mas encontro-me a residir na Alemanha há dois anos. O facto de ser do signo carneiro / áries com ascendente em leão ajudou bastante à ambientação. Espero que continuem a ter interesse no blog após esta confissão. Adoro línguas. Sei falar fluentemente algumas, mas socorro-me sempre no português, porque é o idioma no qual penso e sinto, apesar de #multilingualproblems.

Estou sempre disponível para um conselho, uma palavra agradável, uma referência memepop culture ousada demais ou para um milhão de euros. Este é o meu blog e esta sou eu. Não uma parte de mim, porque não gosto de coisas incompletas. Ah, perdoem-me o sarcasmo e o gosto por divagar para, imediatamente, voltar ao meu raciocínio. Entendedores irão entender. E eu irei continuar a escrever, honey. ❤